Check-in Lifestyle Passeios Souk Tips28 de junho de 2016

Registro: a cidade japonesa do Vale do Ribeira

image_print

Olá, viajantes!

Que tal conhecermos uma pequena cidade no Vale do Ribeira em São Paulo que vive sobre grande influência japonesa?! E inclusive, tem uma cidade-irmã no Japão, Nakatsugawa.

Eu vos apresento: Registro!

A influência japonesa é tão forte e presente na cidade, desde a colonização, que até hoje a população vive as tradições japonesas, como por exemplo, a celebração do Tooro Nagashi. Também podemos ver a influências japonesa nas placas de alguns prédios públicos, com dizeres em japonês e português. Sim, a polícia por exemplo tem escrito em português e japonês. Legal!!!

Agora, vamos visitar alguns pontos bem interessantes da cidade.

Praça Nakatsugawa

A cidade de Registro é o município representante da colonização japonesa de acordo com o tratado assinado em Nakatsugawa em 1980. A praça foi construída em homenagem à cidade-irmã Nakatsugawa, no Japão, feita com arquitetura e detalhes japoneses. E no Japão foram inaugurados a Av. Registro e o Bosque Cidade Registro em retribuição.

Praça Beira Rio

Nessa praça, que estende-se por uma pequena orla com vista panorâmica do Rio Ribeira, temos diversas atrações: o Monumento Torii – portal simbolizando o desembarque dos primeiros colonizadores-, o Centro de Educação Cultura KKKK, área de lazer, ciclovia, pista de skate e o Monumento Guaracuí.

Monumento Guaracuí

Ao chegar na praça é visível o monumento, são 7 metros de aço estilizados em forma da tulipa de Guaracuí. A escultura foi doada pela artista plástica Tomie Ohtake no ano de 2002, em homenagem aos imigrantes japoneses.

Centro de Educação e Cultura KKKK

Um nome bem intrigante e diferente, representam as iniciais dos empresários japoneses que fundaram a empresa na cidade para apoiar os imigrantes japoneses e centralizar as operaçðes comerciais, industriais e burocráticas dos Kaigai Kogyo Kabushiki Kaisha. A construção do Conjunto KKKK ocorreu entre os anos de 1920 e 1922 e é um marco da colonização japonesa no Vale do Ribeira.

A empresa KKKK funcionou até a Segunda Guerra Mundial com beneficiamento e armazenamento de arroz. E no ano de 1987 o prédio foi tombado pelo Condephaat e em 1990 foi adquirido pela Prefeitura de Registro. O local passou por restauração e hoje abrigar o Centro de Cultura e Educação, com salas de aulas, espaço para exposições temporárias e áreas de estar e convivência, além de uma nova edificação destinada ao auditório reversível, que possibilita apresentaçðes internas e externas e tem capacidade para 250 pessoas.

E no antigo engenho encontramos o “Memorial da Imigração Japonesa no Vale do Ribeira”, com o acervo de objetos doados pelas famÍlias descendentes dos primeiros colonos, como ferramentas, maquinários, fotos e mapas, além de obras de arte, inclusive uma obra de Tomie Ohtake.

Templo Budista

Junto com a colonização japonesa veio sua religião, e claro, podemos encontrar em Registro o Templo Budista Honpa Hongwanji (Templo do Juramento Universal de Amida, o Buda da Terra Pura do Oeste) construído em 1967.  Fica localizado na Av. Estados Unidos, nº 50 – Vila Nova Ribeira.

Associação Cultural Nipo-Brasileira de Registro – Bunkyo

Bunkyo, sede da Associação Cultural Nipo Brasileira construída com arquitetura oriental aqui são realizadas diversas atividades, como: yoga, tai chi chuan, massagem terapêutica e cursos de origami, ikebana, haiku, shodô e da língua japonesa. O Bunkyo fica na Rua Nakatsugawa, nº 165 – Centro, na Praça da Integração Brasil-Japão.

sisters_in_travel-registro-são_paulo-bunkyo-associaoção

Praça da Integração Brasil-Japão – Portal do Sol

A pequena praça tem como atrativo uma das esculturas comemorativas do centenário da imigração japonesa no Brasil do artista plástico Yutaka Toyota, o “Portal do Sol“. A escultura é inspirada nas antigas máquinas de beneficiamento de arroz e de chá. Para criar a obra, o artista utilizou as peças originais, simbolizando as benfeitorias que os japoneses e seus descendentes teriam proporcionado para a região.

Aqui tem a academia aberta para cadeirantes, interessante!

Igreja Matriz São Francisco Xavier

Construída pelo colonizadores japoneses por ser o Santo um dos mais importantes missionários católicos que pregou no oriente e morreu na China, cujo epíteto é “Apóstolo do Oriente”. Abençoada em 1926 por Dom José Maria Pereira de Lara e iniciada sua construção em 1928, a igreja tem fachada simétrica, duas pilastras retas que emolduram a imagem de São Francisco Xavier

sisters_in_travel-registro-são_paulo-igreja_matriz

Mercado Municipal

O Mercado foi reinaugurado final do ano de 2015, e atualmente conta com 62 artesãos e produtores locais. Dividido em duas alas, a de artesanato e alimentação. A primeira tem diversos produtos do artesanato local e da cultura japonesa. Na segunda parte, de alimentos frutas e comidas típicas. Meu destaque vai para a fruta cajamanga, uma fruta pequena, naturalmente azeda, mas maravilhosa em suco. O outro destaque é para a comida típica da região, considerada Patrimônio  Nacional: Moqueca Caiçara, essa não experimentei, pois vai peixe. Mas não deixe de prova, afinal é muito importante, e deve ser muito gostosa também.

Gostaram do passeio por Registro? O que acharam da cidade Nipo-Brasileira?

Quem conhece??? Deixe nos comentários, vamos adorar saber!!

E não se esqueça de “amar” o post!! 😉

P.s.: As fotos são “Arquivo Pessoal”!