Passeios Tips25 de junho de 2020

Nos arredores de Paris

image_print

Olá, viajantes!!

Paris tem seus encantos, seja por sua arquitetura, gastronomia, cultura, estilo de vida e visual sem igual.

Porém, há mais do que a capital francesa para explorar em solo francês. Existem cidades tão interessantes e deslumbrantes em volta de Paris que merecem um passeio. O fascínio vai ser quase o mesmo da capital, mas por outros motivos: vilarejos cativantes em clima medieval, bistrô charmosos e paisagens de tirar o fôlego.

Ficando mais tempo em Paris, saiba que há outras cidades atraentes, aptas e prontas para receber os visitantes. Cidadezinhas com charme, história, cultura, gastronomia e outros atrativos para conquistar qualquer viajante.

Escolhemos algumas cidades para uma imersão francesa raiz!! Agregando todo charme francês a viagem. São localidades possíveis de “bate e volta” (com distância de até 02 horas), mas em nada impede passar uma noite para explorar melhor o destino.

Adiantamos que cidade de Versalhes não entrou na lista por ser aquela cidade “casada” em quase todos os roteiros de quem vai a Paris hahahaha, e Mont Saint Michel e o Vale de Loire não entram por serem (na nossa opinião) locais que tem muito para vê e ser visto para um dia só. E sim, Versalhes de fato tem muito a mostrar para seus visitantes, seja o imponente Palácio Versalhes ou suas construções luxuosas datadas do século XVIII, levando turistas aos tempos de riqueza e opulência francesa.

Chantilly (55km (34.18 miles))

O Castelo de Chantilly é a principal atração da cidade (quem lembra do casamento do jogador Ronaldo com a triatleta Daniela Cicarelli?! O local foi esse belíssimo Château). Por fora a arquitetura os jardins e todo o espaço de 7.800 hectares deixa qualquer súdito impactado, por dentro o êxtase é maior em razão das inúmeras obras de artes e decoração da época devidamente intacta.

O Château disponibiliza dois restaurantes: “La Capitainerie” e o “Hameau”.

E sim, foi nesse castelo que o famoso creme “Chantilly” foi inventado, exatamente onde funciona o restaurante “La Capitainerie”.

A viagem pode ser de trem até Chantilly Gouvieux e depois pegar ônibus até o castelo.

Chantilly, uma charmosa comuna francesa bem próxima a capital francesa Paris. O cartão postal de destaque é o “Castelo de Chantilly”, no interior há uma dos melhores museus do país, além de ter sido o local da criação da iguaria chantilly, presente em muitas receitas doces, mundo a fora.

O Hipódromo (Chantilly Racecourse) é uma bela construção dos anos 1834 em estilo clássico, sendo considerado o hipódromo mais bonito do mundo. Museu Condé, Pavillon de Manse, Floresta Chantilly, Parque Asterix, Abadia de Royaumont, Étangs de Commelles, Igreja Notre Dame, são outros locais para passear por Chantilly.

Maincy (62km (38.53 miles))

O destaque da cidade fica para o belo Castelo Vaux-le-Vicomte e seu jardim, milimetricamente bem cuidado, O vilarejo da cidade também é uma ótima opção de passeio.

 

Giverny (74km (45.98 miles))

Giverny é famosa por ser o local de residência de Claude Monet, e quase tudo gira em torno do antigo ilustre morador. Há a Fundação Claude Monet e a Maison & Jardins de Claude Monet para visitar e se encantar com as obrar do artista.

Andar pela cidade é ter certeza que está dentro das pinturas do artista, mas há mais coisas para se vê e fazer, são elas: Museu dos Impressionismos, Igreja Sainte-Radegonde, Chateau de Bizy, Château de La Roche-Guyon, Musém de Mécanique, The Old Mill, Arboretum de La Roche-Guyon e o Château de Brécourt.

Chartres (90km (55.92 miles))

Está na lista das cidades mais belas da França, e não é para menos, a imponente Catedral de Notre Dame Chartres em estilo gótico, construída no século XIII, abriga mais de 3.500 estátuas do século XII. O Museu de Belas Artes de Chartres, Parque Edge, Jardins do Bispado e Rainha de escada Berthe são outras opções para conhecer em Chartres.

A forma mais rápida de chagar a Chartres é de trem, a viagem dura cerca de 01 hora, saindo da estação Gare Montparnasse.

Uma das mais belas cidades da França e da Europa, a catedral de Notre-Dame de Chartres em estilo gótico é o grande destaque da cidade.

Outras surpreendentes atrações para colocar na lista, são: Maison Picassiette, Museum of Fine Arts in Chartres, Parque L’Odyssée, Les Fresques de Bel Air, Eure The Edges Park, Musée de l’école de Chartres et d’Eure-et-Loir, Parc André Gagnon e o Old Chartres Fortifications.

Provins (93km (57.79 miles))

Classificada como Patrimônio Mundial pela UNESCO, desde 2001, essa pitoresca comuna francesa é uma das cidades preferidas para se visitar.

Ao longo do ano, Provins recebe muitos eventos locais e nacionais o que deixa a cidade repleta de turistas encantados com ares medievais da localidade.

Torre César, Jardim de Provins, Igreja Saint-Quiriace, Grange aux dîmes, Les souterrains de Provins, Palais des Comtes de Champagne, Convento de Cordeliers e o Tour Notre-Dame-du-Val, podem entrar na lista para deixar o passeio melhor por Provins.

Yèvre-le-Châtel (97km (60.27 miles))

Com uma curta distância (97km (60.27 miles)) da capital francesa, o “bate-volta” para o vilarejo francês Yèvre-le-Châtel é valido. Mesmo sendo um local bem pequeno, é muito charmoso.

Datado do século XIII, o castelo é a principal atração de Yèvre-le-Châtel, vale a pena passear pelas ruas da cidade para se encantar com os constantes enfeites de flores espalhados pelas ruas e com as casas antigas construídas com pedra calcária.

Lyons-la-Forêt (102km (63.38 miles))

A cidade parece um cenário de filmes épicos, tamanho o charme das casas em estilo “enxaimel” (técnica de construção que consiste em paredes montadas com hastes de madeira encaixadas entre si em posições horizontais, verticais ou inclinadas, cujos espaços são preenchidos geralmente por pedras ou tijolos) com muitos pomares e jardim em volta. Tudo devidamente preservado desde o século XVII.

Abadia de Mortemer, Floresta Nacional de Lyon e a Igreja Colegiada de Nossa Senhora de Écouis são lindos locais para conhecer a pequena cidade francesa.

Gerberoy (108km (67.11 miles))

Outro adorável vilarejo, Gerberoy também mantém as casa e estilo “enxaimel” como Lyons-la-Forêt e traços medievais vistos no castelo e nas arquitetura local.

Para amantes da história, foi em Gerberoy que aconteceu a Guerra dos Cem Anos, e para os apreciadores da arte, foi nesta cidade que encantou e morou o pintor Henri Le Sidaner, por sinal, sua casa e pincipalmente o seu jardim em Gerberoy é passível de visitação e muito encanto.

A igreja de Saint-Pierre de Gerberoy e Floresta Nacional de Caoumont são outros pontos de interesse na localidade.

Rouen (135km (83.89 miles))

Localizada na Região de Normandia, por sinal Rouen é a capital de Normandia, com grande valor patrimonial (inclusa na lista “Villes d’Art et d’Histoire.”, em português “Cidades e Países de Arte e História”), foi a cidade onde Joana D’Arc passou seus últimos momentos de vida.

Rouen detém um estilo rústico, e passear na cidade é passear em anos e anos de historias intactas pelo tempo. A cidade abriga antiquários interessantes, museus preciosos, o famoso relógio “Gros Horloge”, os templos religiosos “Igreja Saint-Ouen” e “Catedral de Notre Dame de Rouen”

O passeio pode ser feito de carro pela estrada “A13” ou de trem, dura um pouco mais de uma hora.

Capital da Normandia, Rouen (ou Ruão) é igualmente conhecida por ter sido a cidade onde Joana D’Arc que passou seus últimos dias.

Rouen traz características bem rústica com ruas curtas. Há muita cultural para observar: o relógio Gros Horloge, as igrejas Saint-Ouen, igreja Joana D’Arc, e Catedral de Notre Dame de Rouen, Museu de Belas Artes de Rouen, Praça du Vieux-Marché, Jardim Botânico e mais atrações nessa bela localidade francesa.

Reims (143km (88.86 miles))

É aqui que as bolinhas de champanhe borbulham da melhor maneira!! As melhores caves de champanhe estão aqui: Veuve Cliquot, Pommery, Taittinger e Mumm. Lembrando que as caves tem horários diferenciado no inverno (de Novembro a Abril), consulte nos sites da cave antes marca a visita.

Champanhe não faz sua cabeça? Ok!! Reims é uma cidade charmosa, passear pelas ruas é certeza em se encantar com a arquitetura, pelo cafés e restaurantes agradáveis e convidativos. A gótica Catedral de Notre Dame de Reims é parada obrigatória além da caves que são Patrimônio da UNESCO.

A viagem de carro dura em média uma hora e meia, de trem TGV a viagem é reduzida para uma hora.

Apaixonantes pelo champanhe, saibam que é em Reims a produção dos mais famosos champanhe, sim, Reims fica na região Champagne-Ardenas, no nordeste francês. Veuve Clicquot, Pommery, Taittinger. Aqui fazemos um adeno e informamos que as Caves da Moët & Chandon, Mercier ficam em Épernay, a 30 minutos de carro de Reims, e também é um charme de cidade.

Se não for aficionado por bebidas alcoólicas, tudo bem, Reims tem muita coisa bonita para contemplar. A bela Catedral de Reims, Palácio de Tau, Abadia de Saint-Remi, Abadia de Saint-Remi, Porte de Mars, Villa Demoiselle, Foujita Chapel, Museu Automobilístico Reims Champagne, Founte Subé e a Praça Real são locais para se visitar durante o passeio a Reims.

Le Bec-Hellouin (157km (97.56 miles))

Essa minúscula comuna francesa (com seus 450 habitantes) na região de Normandia, apresenta ares medievais em suas construções e a famosa Notre-Dame e a Abadia Santo Françoise Romaine.

Os passeios se estendem pelo Val de Risle, pela aldeia Harcourt, Caminho Sarraceno, Caminho dos Três Calvários e a Fazenda Ecológica Bc-Hellouin.

Há festividades em Abril e Julho. No primeiro fim de semana de Abril ocorre “O Mercado de Ceramistas”, no último domingo de Abril, acontece o “Plant Fair and Old Paper” (Feira de Fábrica e Papéis). Em Julho, na primeira quinzena é a Festa de Saint Alexis: Grabde Feira para Todos e no terceiro domingo de Julho é o dia para o “Gourmand’Art”, Mercado de Terra e Ofícios.

Châlons-en-Champagne (163km (101.28 miles))

É no nordeste da França, que Châlons-en-Champagne, capital do departamento de Marne (Região de Grande Leste) está localizada. Se houver uma procura maior pela história da cidade, vão notar que houve alteração do nome em 1998, antes a cidade tinha o nome de “Châlons-sur-Marne”.

Entre os pontos turísticos, destacamos: Catedral de Saint Etienne, Igreja de notre-Dame-en-Vaux, Saint-Alpin, Hôtel de Ville, Portão de Sainte-Crox, Memorial “La Derniève”, Prefeitura “Ancien Hotel des Intendants de Champagne”, Museu de Belas Artes de Châlons-en-Champagne, Musée Garinet, Le Grand Jard e o Le Cirque. Há ainda algumas pequenas vinícolas para passeio e degustação de bons vinho franceses.

Aqui indicamos passar uma noite para quem está explorando o país via “road”. 🙂

 

Veules-les-Roses (193km (119.92 miles))

Outra bela cidade na região da Normandia, a cidade Veules-les-Roses agrega muita beleza, história e natureza!!

As falésias Côte d’Albâtre, a Praia Naturista de Escamet e a Praia Veules les Roses são algumas excelentes opções para curtir a natureza local.

Para historia e apreciação o Château du Mesnil Geoffroy é a escolha ideal, além de passear pelas vielas rústicas e floridas.

Honfleur (197km (122.41 miles))

A região de Normandia continua apresentando excelentes opções de “bate-volta” com Paris. Honfleur fica no departamento de Calvados tem muito a apresentar para os visitantes.

Para contemplar a natureza, indicamos o Lago “Vieux Bassin”, Praia do Butin, o Zoológico Naturospace, e o Jardim das Personalidades. Passear pelo lago é o ideal para admirar o “skyline” belo da cidade. O mirante do Mont-Joli, perfeito para apreciar a cidade do alto.

Religiosos vão ter a Igreja de Santa Catarina e a Igreja de São Leonardo como opção para visita. Os que preferem museus, há o Museu-Casa Satie, contanto a vida e obra do compositor Erik Saties; Museu Eugène-Boudin de Honfleur (Museu de Belas Arte) e o Museu Marítimo.

Gostaram?? Deixe nos comentários sua opinião sobre o post, vamos adorar saber!!
E não esqueça de “amar” o post ?
P.s.: As fotos foram retiradas da internet.