Destino Zen!!!

Oiii, gentee!!!

Às vezes tudo que queremos é paz, paz da atribulada rotina, paz do trânsito caótico da nossa cidade, paz de filas quase sem fim, paz do estresse do dia adia, a aclamada paz espiritual.

Em busca dessa “paz de espírito”, cada vez mais as pessoas estão procurando destinos onde podem aprofundar seu lado espiritual e centralizar pensamentos. Mas que destinos seriam esses?? Separamos alguns destinos para que deseja fazer seu “retiro espiritual”, e siiim, a Ásia agrega mais localidades onde esses retiros acontecem, as religiões nascentes neste continente são grandes percursoras do estudo da mente, da autorreflexão, do conhecimento interior.

Índia

Os eremitérios hindu Ashram e a cidade de Bodhgaya estão no topo da fila de procura para quem deseja se isolar do muito e se reconectar com o seu “eu espiritual”.

Ashram é um retiro espiritual localizado em várias cidades da Índia com muito contato com a natureza, onde os sábios e “gurus” ficavam para evoluir espiritualmente e aconselhar os líderes das cidades. Hoje, encontramos um espaço ainda com muito verde e espaços para ioga, meditação e paz. Os gurus continuam ali, ajudando e incentivando os que procuram o autoconhecimento. O Ashram que mais aceita estrangeiros são os da cidade de Rishikesh (Norte da índia), devido a localização geográfica, os Ashram de Rishiken estão perto das nascentes do rio Ganges, usufruindo da sua parte limpa do rio.

Bodhgaya é um destino puro de peregrinação indiana, considerado um dos mais sagrados do mundo budista, afinal foi o local onde Buda atingiu a chamada “Iluminação”, debaixo da árvore Bodhi. Integrando o Complexo do Templo Mahabodhi, faz parte dos quatro principais locais de peregrinação da vida de Guatama Buda. Em 2002 o Templo Mahabohi integrou a lista de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Camboja

O que não falta no Camboja são templos, mas mais que isso, não faltam lugares propícios para relaxar e meditar. O famoso templo budista Angkor Wat (em volta dele há centenas de outros templos budistas e hinduístas) é muito procurado pelos adeptos do budismo para pratica de ioga, meditação e reclusão social, em busca de paz.

Nepal

Por mais contraditório que possa parecer, é na cidade de Kathmandu, com todo o trânsito caótico e bagunçado que encontramos o lugar ideal para encontrar a espiritualidade e total imersão na meditação. A escolha do retiro são vários: o templo Boudhanath (o local mais sagrado para os budistas no Nepal), Swayambhunath (templo budista conhecido como “Templo dos Macacos“), Pashupatinath (templo hindu de adoração ao Deus Xiva as margens do Rio Bagmati) e Patan e sua impressionante praça Durbar, Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Japão

Em uma “simples” ilha, chamada Shikoku há nada mais e nada menos que 88 templos e muita paz. Os chamados “Caminhos dos 88 Templos de Shikoku“ é destino para peregrinos destinados a percorrer mais de mil quilômetros, algo resulta em 60 dias de viagem passando entre os templos, vilarejos, montanhas, praias e campos, tendo como recompensa revisão de valores espirituais, sociais e morais. O percurso pode ser realizado de várias formas, a pé, de bicicleta, de carro ou de trem, e creia, realiza-lo a pé é a escolha preferida. Reza a lenda que percorrer o caminho a pé é a rota para chegar mais perto da salvação e a iluminação.

Gostaram das dicas? Deixem comentários!!
Não esqueçam de “amar” o post!
P.s.: As fotos foram retiradas da internet!! 😉