Check-in Tips8 de dezembro de 2020

Destinos para Junho!!

image_print

Olá, viajantes!!

Junho e o assunto vai ser Festa Junina? É mentiraaaa!! Será sobre lugares para viajar em Junho!!! E qual a diferença desse mês para os demais meses do ano? Então, mês de Junho vem acompanhado de mudança de estação (inicia o verão no Hemisfério Norte, e o inverno no Hemisfério Sul), mês de início das férias para alguns, mês de festas e festivais.

Selecionamos alguns destinos, fora de rota, culturais, para o verão e para o inverno. Segue a leitura!!

Mackinac Island (Estados Unidos de América)

A ilha de Mackinac está localizada no estado de e Michigan, no Lago Huron (extremo leste do Estreito de Mackinac).

Visitar a ilha é a ter absoluta certeza que o tempo parou por ali, as construções em estilo vitoriano, carruagens puxadas por cavalos, chalés mimosos, ausência sentida de automóveis (bicicletas, charretes e os pés sãos as formas de locomoção por lá) e ambientes tão bem preservados fazem de Mackinac um destino para ser apreciado em qualquer época do ano, mas em Junho se destaca por conta do anual e tradicional Festival Lilás, celebrando as flores perfumadas da ilha em 10 (dez) dias de evento.

Que fazer na ilha além do Festival? Mackinac é famosa pelo deliciosos doce “Fudge”, disponível em todos os sabores possíveis e imagináveis. Golfe é um esporte bem apreciado na ilha, assim como um agradável passeio de bicicleta a beira mar admirando o mar e as construções centenárias.

Montreal (Canadá)

Subindo mais um pouco no mapa, chegamos no Canadá, mais precisamente na cidade de Montreal, e viemos para desmistificar a ideia do frio constante na cidade.

É em junho que “mágica” acontece, o clima é ameno, bem convidativo para roupas mais agradáveis e passeios pelas ruas de paralelepípedo. Junho é o mês para o consagrado “Grande Prêmio de Montreal” da Fórmula 1, para os amantes do jazz, a cidade recebe o “Festival de Jazz de Montreal” e para os apreciadores da arte, o “Festival Mural” com apresentação de arte de rua está no calendário de junho da cidade canadense.

Se os festivais não forem o seu forte em viagens, há museus de vários segmentos, de História Natural a Museu de Arte, para os interessados em templos religiosos, a Basílica de Notre-Dame é a número 01 em procura.

Sorrento (Itália)

Atravessando para o Velho Continente, chegando na bela Itália, nada como a cidade de Sorrento, considerada a “Porta de entrada para a Costa Amalfitana” para aproveitar ao máximo a expressão “dolce far niente“.

Junho ser torna a melhor época para aproveitar o inicio do verão europeu (#EuroSummer) sem a aglomeração de turistas, hotéis e restaurantes lotados.

Sorrento tem excelente estrutura hoteleira e qualidade ímpar na gastronomia, sendo a base perfeita para explorar a Costa Amalfitana (para os íntimos Costa Amalfi).

Caminhar pelas ruas antigas da cidade, conhecer o belo “Museu Correle di Terranova” com suas esculturas e artefatos singulares, e se deparar com uma vista incrível do mar.

Buenos Aires (Argentina)

Se procuras por clima frio,, o destino certo é a capital da “hermana” Argentina. Buenos Aires apresenta traços europeus em plena América do Sul, as tarifas de hotéis são mais baixas nessa época do ano, o que torna o destino mais atrativo.

Os cafés, churrascarias, teatros, livrarias, parques, e até mesmo o cemitério da Recoleta são opções de passeios para aproveitar o inverno argentino.

Temos uma matéria com completa sobre a cidade, acessa aí Buenos Aires: a capital dos hermanos 😉

Gostaram?? Deixe nos comentários sua opinião sobre o post, vamos adorar saber!!
E não esqueça de “amar” o post ?
P.s.: As fotos foram retiradas da internet.