Check-in Tips14 de maio de 2020

Conhecendo Nova York por outros ângulos

image_print

Olááá, viajantes!!

New York, New York, a cidade que não para, pulsa vibração, dinheiro, badalação e tudo mais. Com tantas descrições é fácil imaginar a gama de ofertas que a “capital do mundo” oferece, não é mesmo?

Alguns lugares são de praxe para todos os turistas: Times Square, Estátua da Liberdade, Rooftop do Empire State Building, Quinta Avenida, Central Park e muito outros.

Conhecidos por todos (todos mesmo, mundo todo geral) os turistas, essas atrações acabam sendo concorridas e consequentemente super lotadas. E agora, vale a pena ou não visitar essas atrações?? Nossa resposta é: depende!! Depende se você quer ir para dizer que foi, ou para contemplar o que aquele lugar te proporciona.

Ir ao topo do Empire State Building, por exemplo, é para ter uma bela visão da “cidade de concreto”, porém há outros lugares em Nova York com um skyline tão interessante quanto o Empire State Building.

Queremos te ajudar na próxima viagem a Nova York, apresentando formas alternativas de curtir mais a cidade, gastando pouco e evitando ao máximos filas nos lugares.

Estátua da Liberdade

Bem, a bonitinha com seus 93 (noventa e três) metros de altura e seu braço esticado para cima, é um dos cartões postais da cidade. Para ter acesso a ilha, há uma longa fila de espera para entrar nas balsas, e o custo é beeeem salgado!!

Agora vem a dica antes de desanimar conhecer a famosa estatua de cobre (hoje é verde devido a patinação) Patrimônio Mundial da UNESCO. Utilize o “Staten Island. Ferry”, além de ser totalmente gratuito (!!!) oferece uma vista bem mais encantadora da Estátua e de Nova York. A balsa sai regularmente do Terminal Whitehall, 4 South St., Manhattan.

Empire State Building

São 102 andares, e no 86º está o concorrido observatório, de fato, as fotos vão sair belíssimas, a paisagem vai ser compensadora, você vai está em um histórico prédio norte americano, cenários para muitos filmes, séries e seriados, maaaas, não seria melhor uma foto e visão do horizonte nova-iorquino se o próprio Empire State Building aparecesse??

Esqueça as filas (são muitas, tem que ser forte para não desistir), o valores caprichados dos ingressos, e atravesse a ponte da ilha de Manhattan e corra para o Queens, mais precisamente para o “Gantry Plaza State Park”, as inúmeras possibilidade de fotos e visão panorâmica da rica ilha norte americana vão ser muito mais recompensadoras. Vá preferencialmente no pôr do sol e aproveite o passeio pelo parque.

Central Park

Em vez de parque vamos ao cemitério. É isso mesmo, o Cemitério Green-Wood no Brooklyn é uma ótima opção de passeio em meio ao verde de Nova York.

Sabemos que a palavra “cemitério” nos traz pensamentos como tumbas, sepulturas, túmulos, visagens e afins, mas seja maior que tudo isso, os cemitérios são atrações em grandes cidades pelo mundo, alguns exemplos são o Cemitério Recoleta em Buenos Aires na Argentina; o Cemitério Alegre, em Sapanta, na Romênia; Cemitério Père Lachaise, em Paris, na França.

A visitação pode alternar entre visitar túmulos de grandes ícones mundiais ou para apreciar a arte, beleza e curiosidades do local.

No cemitério Green-Wood está enterrado o pintor Jean-Michel Basquiat, Horace Greeley, editor e fundadodr do New York Tribune entre outros. A beleza arquitetônica do lugar impressiona bastante.

Construída no século XIX, possui a fachada e a capela em estilo neogótico, os 478 acres com colinas, vales, lagoas é ideal para um passeio despretensioso, e de quebra, do alto de algumas colinas, podemos avistar a agitada Manhattan.

O Cemitério Green-Wood fica na Fifth Avenue e 25th Street, Sunset Park, Brooklyn.

Gostaram?? Deixe nos comentários sua opinião sobre o post, vamos adorar saber!!
E não esqueça de “amar” o post ?
P.s.: As fotos foram retiradas da internet.