Conheça Riga, a “Cidade das Mil Caras” e da Art Nouveau

Oii, gente!!

Riga é capital da Letônia, um dos três (junto com Estônia e Lituânia) países do Norte da Europa que muitas vezes passam batido nos roteiros europeus, o que é uma pena, Riga é uma cidade linda, muito charmosa e com vários atrativos.

É conhecida por diversos apelidos “Cidade das Mil Caras“, “Paris dos Bálticos”, “Capital da Art Nouveau”, Riga apresenta ares cosmopolita, unindo natureza, modernidade e traços históricos quase que intocáveis.

Apresentamos alguns motivos para conhecer essa capital báltica.

Art Nouveau

Amantes da arquitetura vão se impressionar com a quantidade expressiva de edifícios em estilo art nouveau, tudo porque Riga teve um crescimento econômico muito rápido entre os anos 1904 e 1914, o que popularizou esse estilo na capital letã, tornando-a a cidade com maior concentração do estilo art nouveau no mundo.

Os estilo em art nouveau presentes nos prédios de Riga são: Eclética ou Decorativa; Perpendicular ou Vertical; Nacional-Romântico e, por último, Neoclássico.

Centro Histórico

O Centro Histórico de Riga é um capitulo a parte, se desenvolveu entre os século XIII e XV graças ao comércio eficiente entre a Europa Central e Oriental. O estilo predominante nas construções é o medieval, e claro, art nouveau. Mesmo tendo sido friamente bombardeada durante as guerras, Riga conseguiu reconstruir muito edifícios históricos, mantendo suas características inicias.

O esforço me manter essas construções não foram em vão, a UNESCO declarou o Centro Histórico de Riga em Patrimônio da Humanidade.

Rātslaukums (Praça da Câmara Municipal de Riga)

Depois de ter sido totalmente destruída na II Guerra Mundial, a Praça da Câmara Municipal de Riga passou por uma grande revitalização, conservando o desenho original, todos os prédios foram devidamente reconstruídos.

Até hoje, a praça é o local escolhido para guardar a árvore de Natal da cidade.

Os edifícios em volta da praça são: Riga Art Space – salão de exposições da cidade de Riga, Centro de Informações Turísticas de Riga, Riga Old Restaurant, Prefeitura de Riga, Casa dos Cabeças Negras.

No meio da praça fica a estatua de Roland (sobrinho de Carlos Magno e um líder militar franco. Roland foi símbolo da justiça no norte da Alemanha)

Endereço: Kaļķu iela 1A, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Svētā Pētera baznīca (Igreja de São Pedro)

É um dos edifícios mais antigos e valiosos da arquitetura monumental medieval nos Países Bálticos. A Igreja de São Pedro tem sua história contada desde 1209 (!!) como um pequeno salão com esfera tridimensional e uma torre.

Foi a partir do século XVI que a igreja foi crescendo gradativamente, conquistando status de grandeza e classe. E o que vemos hoje é reflexo das mudanças durante todos esses séculos.

Antes da II Guerra Mundial era o mais alto edifício de madeira na Europa. Durante a Segunda Guerra Mundial o telhado e a torre foram danificados em um incêndio.

Endereço: Reformācijas Laukums 1, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

SONY DSC

Rīgas Doms (Catedral de Riga Dome)

É o templo religioso cultural mais importante da cidade. Dedicada a Santa Maria, a Catedral foi fundada no início do século XIII. A Catedral de Riga Dome foi a catedral central nos países bálticos até Livonia cair no Grão-Ducado da Lituânia em 1561.

Possui características românicas, góticas, barrocas e art nouveau, e é considerada a maior igreja medieval da Letônia e dos Estados Bálticos.

Atualmente é sede do Arcebispo de Riga, e local de concertos e outras movimentações culturais.

Endereço: Herdera laukums 6, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Riga Nativity of Christ Cathedral (Catedral de Natividade de Cristo em Riga)

Construída em estilo neo-bizantino, foi o edifício mais caro da época em Riga, tamanha a riqueza e alto valor artístico de seu interior.

A catedral ficou famosa por sua excelente coleção de ícones antigos e valiosos: três iconostase pintados pelos mais brilhantes pedagogos da Academia de Arte de São Petersburgo e o famoso pintor russo Vasily Vereshchagin, as roupas de clérigos feitas pelas melhores costureiras de São Petersburgo e estilo bizantino afrescos com ornamentação cristã ortodoxa. Luxo total!!

Apesar todo luxo e ter passado pelas duas guerras mundiais, na década de 1960, as autoridades soviéticas fecharam a catedral, serraram os crucifixos, refizeram os sinos e o converteram em um planetário, chamado Casa do Conhecimento da República. Hoje realiza cultos ortodoxos regularmente.

Endereço: Brīvības bulvāris 23, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Museum of the Occupation of Latvia (Museu da Ocupação da Letônia)

O museu retrata a história da Letônia entre os anos de 1940 a 1991, época das ocupações da União Soviética e da Alemanha nazista.

Na exposição, o visitante pode ver fotografias, acordos e documentos intergovernamentais que testemunham o impacto dos regimes totalitários na Letônia e na vida de seu povo. 

Endereço: Raiņa bulvāris 7, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Latvijas Nacionalais mākslas muzejs (Museu Nacional de Arte Letã)

Reaberto em Maio de 2016, o edifício foi reformado e modernizado, mantendo seus ricos e belos traços arquitetônicos originais.

A exposição permanente do Museu Nacional de Arte Letã é uma exposição abrangente à arte letã nos séculos XIX e XX, destacando vários períodos estilísticos e nos artistas que foram instrumentais para a época.

Endereço: Jaņa Rozentāla laukums 1, Centra rajons, Rīga, LV-1010, Letônia

Museum of the History of Riga and Navigation (Museu da História de Riga e Navegação)

É o museu público mais antigo da Letônia e um dos mais antigos da Europa, a origem remonta o ano de 1773!!!

Está localizado em um complexo arquitetônico do século XIII ao XX – que compreende em: conjunto da Catedral de Riga Dome, que abrange uma igreja, a Galeria Gótica da Cruz, museu e um antigo mosteiro.

Dentro do museu, o visitante tem a opção de aprender e compreender melhor o legado histórico único nas exposições, incluindo ornamentos, ferramentas e armas da Letônia antiga, um “navio Riga” do século XIII, pesos e medidas da época da Liga Hanseática, a espada do carrasco de Riga, a menor foto do mundo câmera MINOX, artefatos impressionantes feitos pelos ourives de Riga, uma das maravilhas antigas de Riga – “Lielais Kristaps” (Grandes Kristaps) e muito mais.

Endereço: Palasta iela 4, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Latvian National Opera (Ópera Nacional da Letônia)

Inaugurada em 1923, é também a casa oficial do balé da Letônia. São, em média de seis novas produções são apresentadas a cada ano, para manter o equilíbrio entre ópera e balé.

O inicio da ópera na Letônia começou no século XVIII, com os primeiros grupos de ópera itinerantes que apareceram Riga, vindo do Ducado da Courland.

Na década 90, a casa de ópera passou por uma reconstrução e restauração. Quando finalizada em 2001 um novo edifício foi adicionado complexo com 300 assentos para a realização de projetos de arte de grande variedade.

Endereço: Aspazijas bulvāris 3, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Rīgas pils (Castelo de Riga)

Localizado a margem direita do rio Daugava há mais de 700 anos. O Castelo de Riga foi palco para guerras e muitas quedas e ascensões de governantes. Desde 1922 é sede da residência do Presidente da Letônia.

Sua construção começou em  1330, com as constantes guerras, sua conclusão demorou anos, sendo finalizado em 1515.

Entre os anos de 1330 a 1562, o castelo serviu de residência ao mestre da ordem da Livônia. quando houve a dissolução dos estados feudais da Livônia, o Castelo de Riga foi tomado pelas instituições polonesas, suecas e russas. 

O Castelo de Riga foi planejado de forma regular e com três pequenas torres nas esquinas, em estilo típico da arquitetura do classicismo tardio.

Endereço: Pils laukums 3, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Trīs brāļi (Three Brothers/Três Irmãos)

É o complexo mais antigo de casas de habitação em Riga foi construído no século XV. E por que recebeu o nome “Três Irmãos”?? Segundo uma lenda, os edifícios foram construídos por homens de uma família na área suburbana de Riga. 

Atualmente as instalações abrigam o Museu de Arquitetura da Letônia e a Inspeção Estadual de Proteção do Patrimônio.

Segue na íntegra a descrição das três casas: o mais antigo do prédio dos Três Irmãos (nº 17) também foi usado para produção e comércio. Foi construído por volta de 1490 sem enfeites; os postes de pedra na porta eram a única decoração da casa. Tinha uma sala enorme que servia para trabalho, comércio e necessidades diárias; até hoje, o edifício preservou sua aparência histórica.

O “irmão” do meio, o mais esplêndido, foi construído em 1646. A inscrição acima da porta diz “Soli deo gloria!” A fachada em estilo de maneirismo holandês foi reformada de acordo com o projeto de J. C. Brotze em 1785. O design difere do primeiro edifício – tinha um amplo salão com grandes janelas acima do lobby, além de salas de estar especialmente projetadas na quadra.

O terceiro edifício (nº 21), com seus pequenos apartamentos, foi erguido na segunda metade do século XVII. Um motivo interessante de fachada – uma máscara, considerada uma proteção contra poderes do mal.

Endereço: Mazā Pils iela 17, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Cat House (Casa do Gato)

Um dos edifícios mais icônicos de Riga, a escultura do gato preto no topo do telhado tem todo um significado e história para a capital da Letônia.

Conta a história que um rico comerciante letão, após não ter sido aceito na Câmara de Comércio, colocou o gato (com a cauda virada para a Câmara, localizada do outro lado da rua) no topo do telhado da sua casa como forma de protesto, uma vez que o gato estava em posição de desaprovação para a negativa do nome. A posição dos gatos só foi alterada após aprovação do comerciante na Câmara e os gatos acabaram por se tornar um dos símbolos de Riga.

Endereço: Meistaru iela 10/12, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Melngalvju nams (Casa dos Cabeças Negras)

Dentro do Centro Histórico de Riga, encontramos o prédio mais emblemático e visitado da Letônia, a Casa das Cabeças Negras.

Originalmente, o prédio foi erguido no século XIV, para a Irmandade de Cabeças Negras (comerciantes solteiros, armadores e estrangeiros), em 1941 a construção foi duramente bombardeada pelo alemães e demolida pelos soviéticos.

A reconstrução ocorreu entre os anos de 1995 a 1999 com traços originais, graças a um copia da planta baixa da Casa.

Endereço: Rātslaukums 7, Centra rajons, Rīga, LV-1050, Letônia

Brīvības Piemineklis (Monumento da Liberdade)

O Monumento da Liberdade em verdade é um memorial em homenagem aos soldados mortos durante a Guerra da Independência de Letônia. Para a sociedade letã, o Monumento da Liberdade é mais que o símbolo da liberdade (como o próprio nome diz) é a representação da independência e soberania do país.

O monumento foi construído em 1935, possui 42 metros de altura é todo de granito, travertino e cobre. As esculturas em volta do monumento retratam a cultura e a história da Letônia

Em volta do monumento acontecem as grandes manifestações e eventos em geral.

Endereço: Central District, Riga, LV-1050, Letônia

Riga Central Market (Mercado Central de Riga)

A construção foi iniciada em 1924, e os edifícios usados ​​como os vários pavilhões, que dão ao mercado uma aparência única, foram inicialmente construídos em Vaiņode (Kurzeme) como hangares para os zepelins do exército alemão.

Uma grande inauguração para marcar não apenas a “maior, mas também a mais moderna e a melhor” recebeu o novo mercado central de Riga em 1930. A localização – o coração da cidade, muitas vezes referida como a “barriga da cidade”.

Durante a guerra, o Terceiro Reich fez uso de dois pavilhões como uma oficina de automóveis, e nas proximidades havia uma grande área onde a lenha era armazenada. Em 1949, o Mercado Central foi renomeado como Mercado Central de Kolhoz, e a imprensa soviética elogiou-o muito, chamando-o de melhor em toda a URSS.

Em todos os períodos da história da Letônia, o Mercado Central simbolizou bem-estar e prosperidade. Nunca foi deixado em falta; aqui temos a maior variedade de capturas frescas das águas da Letônia, assados, frutas e legumes, ervas e especiarias, mel, amendoim, amêndoas e muito mais. O mercado satisfaz com uma enorme variedade de utensílios domésticos, flores cortadas, vasos de plantas e artesanato caseiro.

Em 1997, a UNESCO homenageou o mercado (como parte integrante da Cidade Velha) com uma vaga na lista “Patrimônio Mundial”.

O Mercado Central tem uma aura magnífica, com seus pavilhões atraentes e uma área enorme. Os grandiosos pavilhões podem ser encarados como a estrutura que forma a forma e a ordem do mercado. Obviamente, sem a correlação fornecedor-cliente, não haveria mercado. Enquanto essa correlação existir rapidamente, o marketing permanecerá tão fácil quanto a torta, sem ventos, sem chuva ou frio.

Endereço: Rua Nēģu 7, Bairro Latgale, Riga, LV-1050, Letônia

Gostaram? Deixe comentários, vamos adorar saber.
E não esqueça de “amar” o post 😉
P.s.: As fotos são “Arquivo Pessoal” e “Divulgação”!!