Passeios Tips28 de outubro de 2020

Cidades europeias fora da rota

image_print

Olá, viajantes!!

Vamos conhecer outros países europeus além dos tradicionais (e adoráveis) clássicos??

Separamos 04 (quatro) de cidade muito interessantes que pouco são escolhidas pelos turistas brasileiros.

Copenhague (Dinamarca)

A capital da Dinamarca possui um clima mágico e único, deixando qualquer conto da Disney no “chinelo”, afinal estamos falando da cidade mais feliz do mundo.

Copenhagen é reconhecida por sua gastronomia sofisticada, para se ter uma noção, são mais de 16 restaurantes premiados no Guia Michelin!

Se locomover pela cidade não é difícil, o sistema de metrô de duas linhas de Copenhague leva você exatamente aonde você precisa ir (incluindo do aeroporto para a cidade) e torna incrivelmente fácil viajar de avião pela cidade dinamarquesa. 

Não perca a oportunidade fazer o tour por Nyhavn, e seus bares e restaurantes coloridos à beira do canal, e realizar o passeio de barco, o skyline é singular. Castelo de Rosenborg, Vor Frelsers Kirke,  The Copenhagen Opera House, Amalienborg Palace, Christiansborg Palace, Black Diamond Library e, claro, pela Little Mermaid, são só algumas das muitas atrações de Copenhague.

Estocolmo (Suécia)

A capital sueca realmente tem tudo: uma cidade velha (“Old town”) de paralelepípedos com estradas para pedestres, 57 pontes que se estendem por suas 14 ilhas, um parque de diversões que remonta à década de 1880, uma casa de banhos de 1904 e as estações de metrô mais artísticas, cada uma decorada com seu próprio tema. 

Visite:  Fjällgatan, Riddarholmen (e igreja homônima), Djurgården  ilha com muito verde – ideal para os dias de sol, e como o parque de diversões Gröna Lund, e os museus Skansen e o ABBA (dedicado a famosa bandas sueca) e o Vasamuseet. Amantes da arte, história e cultura podem visitar os museus Moderna Museet e Nationalmuseum. Para os apreciadores de casa reais, o Palácio Real se torna parada obrigatória.

Bergen (Noruega)

Charmosa cidade norueguesa à beira-mar, sem dúvida um local encantador. As coloridas casa de madeira (Bryggen) são o cartão postal da cidade e patrimônio da UNESCO.

A maioria das atividades contemplam a natureza, seja os teleféricos teleférico de Fløibanen, e o Teleférico do Monte Ulriken e Troldhaugen, o famoso Mercado de peixes. Para quem aprecia música, religião, arte e cultura há a casa do compositor Edvard Grieg, o Museu Kode, Bryggens Museum e a Igreja de madeira de Fantoft.

Helsinque (Finlândia)

Helsinque existe desde do século XVI, e foi fundada pelo rei sueco Gustav Vasa, na época que eram território sueco. Hoje, a capital da Finlândia é convidativa a passeios, em sua maioria a pé. A cidade guarda muitos espaços públicos abertos e construções imponentes.

Alguns destaques: Tuomiokirkko (igreja luterana), a que domina a praça do Senado. Dali são poucos passos para a Catedral Ortodoxa Uspenski, Esplanade Park, avenida Mannerheimintie, museu de arte moderna Kiasma, o museu nacional Kansallismuseo, Casa de concertos Finlandia Hall e o Parlamento.

Gostaram? 
Deixe comentários, vamos adorar saber.
E não esqueça de “amar” o post 😉
P.s.: As foto são “Divulgação”!!