Hotel ideal

Olá, viajantes!

Sabemos que a escolha do hotel influência muito no resultado final da viagem.

Imagine a seguinte cena: você reserva o hotel, pagar um valor elevado para se hospedar (depois do aéreo, hospedagem é o custo mais alto da viagem) e na hora que chega no hotel reservado o caos se instala na viagem, é quarto pequeno; banheiro com infiltração e chuveiro vazando; café da manhã horrível; atendimento péssimo. Enfim, um estresse que pode facilmente ser evitado se for atentar para algumas dicas.

Orçamento da viagem é quem vai ditar todos os passos necessários para torná-la real e concebível. Ter “pé no chão” e não ir além das possibilidades financeiras é fundamental. Tenha antecedência para programar a viagem, assim é possível obter reservas mais em conta.

A época da viagem faz diferença nas tarifas de hospedagem, nas altas temporadas, as diárias possuem um custo maior, nas baixa temporada, a maioria dos hotéis reduzem o valor da diária

Outro item importante é observar a avaliação dos hotéis, há muitos sites especializados em avaliações de hotéis. Analise as fotos mais recentes, as fotografias feitas pelos próprio hóspede (não há alteração da imagem) e as avaliações (sempre olhamos avaliações com até 03 meses da data que estamos pesquisando).

Considere os serviços ofertados pelo hotel, faça muitas pesquisas (pesquisar é a palavra de ordem), compare diárias e serviços (café da manhã, comodidades e afins) nem sempre um hotel 3 estrelas é mais barato que um hotel 4 ou 5 estrelas.

A localização é o outro item a ser observado na hora de programar a viagem e isso está diretamente ligado ao tipo de viagem que você vai fazer.

Por isso, vamos te ajudar a escolher o hotel ideal para cada tipo de viagem, vem com a gente!

Litoral

O destino é praia? Quando o litoral não é a capital, a melhor opção são hotéis e resorts beira-mar, as opções “all inclusive” facilitam muito a vida do hóspede que não precisa sair do hotel para fazer refeições em restaurantes que as vezes pode ser escasso ou de pouca qualidade.

Serra

Viagem pra serra? Os hotéis com chalés são puro charme, garantem privacidade e uma vista sem igual. Outra boa opção são os hotéis boutique, com spas, academia, e outros serviços de qualidade para os hóspedes.

Cidade

No quesito cidade internacional, quanto mais central for o hotel melhor, a maioria dos pontos turísticos estão nos centros das cidades ou na parte antiga (as famosas “Old Town” europeias). No caso do Brasil, tome cuidado com a localização muito central, muitas vezes são pouco movimentadas a noite e ligeiramente perigosas.

Reunião de negócios

Viajando a negócios? Opte por um hotel próximo ao ao local do evento e/ou reuniões. Quanto mais próximo do seu local de reunião melhor a locomoção, principalmente se tratando de grande centros urbanos onde os engarrafamentos são constantes. Há congressos que são realizados dentro de hotéis, se o orçamento permitir, se hospede no hotel do evento.

Gostaram? 
Deixe comentários, vamos adorar saber.
E não esqueça de “amar” o post 😉
P.s.: As fotos são “Divulgação”!!




Tipos de hospedagem

Olá, viajantes!!

Algumas dúvidas comuns dos viajantes na hora de escolher onde ficar durante a sua viagem é mis comum do que pode parecer.

Não faltam opções de hospedagem em quase todos os destinos e isso as vezes dificulta na escolha. Qual tipo de hospedagem escolher? Qual a melhor opção? Qual o melhor custo?

Na nossa Assessoria e Roteiro de viagem personalizado, sempre levamos em conta o perfil do cliente, o destino escolhido, o orçamento disponível para selecionar a melhor opção.

É importante desmitificar que só os hotéis são mais bem localizados, hoje é possível encontrar alojamento muito bem localizados, demanda tempo, mas é possível.

E quais são esses tipos de hospedagem? Segue a leitura e conheça

Hotel

O tipo de hospedagem mais conhecida, oferece uma gama serviços para os hóspedes: academia, spa, piscina, salão de beleza, salão para múltiplos eventos, café da manhã, restaurante e outros serviços com boa qualidade.

Os hotéis se subdividem em:

De Luxe
Luxo Superior (5*)
Luxo (5*)
Luxo Moderado (4*)

First Class
Primeira superior (4*)
Primeira (3*)
Primeira com serviços limitados (3*)
Primeira moderada (2*)

Turístico
Turística superior (2*)
Turística (2*)
Turística moderada (1*)

Cada categoria oferta uma quantidade e qualidade de serviço, o que reflete diretamente na diária.

Há ainda hotéis voltadas para um segmento específico, são eles; hotel-fazenda, hotel-spa, hotel boutique, hotel sustentável, hotéis de negócios e hotel histórico.

Muitos estabelecimento se denominam como “Hotel” para ser bem visto pelo turistas. Tenha cuidado!

Resort

Quando pensamos em férias e destinos praianos logo pensamos em hospedagem nos resorts, na beira da praia, serviço de qualidade mais de uma piscina a disposição, muito restaurantes, spa, academia, infinitas opções de lazer e entretenimento, enfim, um paraíso em forma de alojamento.

A maioria oferece serviço “All Inclusive”, ou seja, todas as refeições estão inclusas no valor da diária. 

Pousada

Podemos definir uma pousada como um “mini-hotel”, ofertando apenas os serviços básicos de hotelaria as vezes a qualidade não é comprometida.

Por não ter toda a estrutura de um hotel (para ter noção, as pousadas não ultrapassam 03 andares de estrutura física), o custo de hospedagem em uma pousada é reduzido, sendo acessível para viagens econômicas.

Há muitas pousadas charmosas e agradáveis no Brasil, principalmente nos interiores propiciando um ambiente mais leve e aconchegante para a viagem.

Bed and Breakfast (B&B)

Em português “Cama & Café da manhã” e por essa nomenclatura já entendemos a logística desse tipo de hospedagem. O ambiente é bem mais intimista que uma pousada, muitas vezes os proprietário e sua família trabalham no B&B que possui custo mais baixo que as opções já apresentadas.

Hostel/Albergue

Aqui temos dois tipos de hospedagem bem similares. A equivalência é por serem estabelecimentos onde os todos os cômodos do alojamento são compartilhados entre pessoas até então desconhecidas.

A procura por esses tipos de estabelecimentos é muito comum entre os viajantes mochileiros solitários ou acompanhados devido o baixíssimo custo na hospedagem.

O que difere um do outro de fato é a possibilidade de alojamento privativo no hostel e no albergue o alojamento sempre é compartilhado.

Pensão

Pensão é mais voltada para moradores da região (as pessoas que saem do interior e vão para a capital), há possibilidade de quarto compartilhado ou não.

Apartamentos e apart-hotel

A escolha preferida de viajantes que desejam se sentir em casa com os serviços de hotel a disposição.

As acomodações oferecem uma pequena cozinha, muitas vezes equipadas com itens básicos de cozinha. Mas há restaurante servindo as principais refeições (café da manhã, almoço e jantar) para quem não deseja cozinhar.

Aluguel de temporada

São imóveis comerciais ou residenciais, oferecidos como estadia, principalmente para quem vai passar mais tempo no local, onde ficar em outros tipos de hospedagem eleva o custo da viagem.

O site Airbnb é o mais conhecido para realizar as reservas, mas há outros sites que ofertam o mesmo serviço.

Guest House

Pode parecer com o aluguel de temporada, com o diferença que o proprietário fica na casa, é como se fosse “anfitrião -hóspede”. Nesse caso, apenas o quarto é alugado para o turista.

Não há nenhum tipo de serviço incluso no aluguel do quarto, todas as refeições e necessidade do hóspede deve ser resolvida de forma autônoma.

Quem já fez intercambio entende bem como funciona.

Há estabelecimentos que incluem “Guest House” no nome da hospedagem para ter um nome mais “sofisticado”, mas o verdadeiro estilo de hospedagem muitas das vezes é uma pousada.

Couchsurfing

Uma modalidade menos conhecida e praticada no Brasil mas é comum na Europa e América do Norte.

Couchsurfing é um tipos de hospedagem gratuita onde pessoas estão disposta a ofertar o sofá (sim, o sofá!!!) da casa para o turista dormir.

Alguns países exigem comprovação de idoneidade do hóspede, documentação completa, dinheiro vivo e cartão de crédito. Fique atento para as avaliações dos anfitriões no site homônimo ao estilo de hospedagem.

 Motel

No Brasil os motéis ganharam outro sentido, mas fora das terras brasileiras os motéis são comuns em estradas, sendo utilizadas para estadias curtas (de 01 noite) de viajantes que fazem “road trips”.

Gostaram? 
Deixe comentários, vamos adorar saber.
E não esqueça de “amar” o post 😉
P.s.: As fotos são “Divulgação”!!




Hotéis que receberam Rainha Elizabeth II

Olá, viajante!!

Se tem um assunto que interessa e é comentado em quase todas as faixas etárias e gêneros é esse: Família Real Britânica. A “Royal Family” inglesa é, indiscutivelmente a realeza mais comentada desde sempre, e mesmo com o passar dos anos e transformações na sociedade mundial, a Família Real Britânica consegue se manter no topo de interesse mundial, seja por sua linhagem, joias, conquistas, história, casamentos (Lady Di com príncipe Charle; Kate Middleton o príncipe William; Meghan Markle e príncipe Harry, casamentos acompanhados por todo o mundo, literalmente) e familiares, esses sempre são protagonistas de bons feito e escândalos ao longo dos tempos.

Hoje (21/04) a monarca britânica completa 94 anos de idade. E por isso, resolvemos mostrar os hotéis que tiveram a honra de receber a vossa majestade Elizabeth II.

Antes de iniciarmos a lista de hotéis escolhidos para hospedar a Rainha Elizabeth II, vamos com algumas curiosidades pertinentes. Vossa Majestade não possui passaporte (até o Papa tem, ela é a única no mundo sem o documento e nunca foi barrada por isso, rainha né amores?!) e mesmo assim conhece 120 países (sonho!!!).

Em alguns destinos, a Rainha Elizabeth II, dorme em castelos, palácios e residências oficias, mas há casos que a estadia é realizada em hotéis. Devemos imaginar o quão preparado, glamoroso e luxuosos são esses hotéis e suítes (as chamadas Suítes Real/Presidencial), não é mesmo?! Vamos a lista.

Fairmont Royal York (Toronto, Canadá)

A rede de hotéis Fairmont recebe a Família Real Britânica desde os tempos em que o Rei George VI ainda estava no trono. A relação entre a Família Real Britânica e a rede de hotel é estreita e narra vários momentos da família longe de casa.

No caso do Hotel Fairmont Royal York em Toronto, no Canadá, a Rainha Elizabeth II fica na Suíte Real (o nome já diz tudo) desde sua inauguração em 1929, e desde então forma 25 visitas ao canada com parada em Toronto e consequente hospedagem no hotel.

Curiosidade: sempre que está hospedada no Hotel Fairmont Royal York em Toronto, a Rainha utiliza o elevador número 09.

Fairmont Jasper Park Lodge (Alberta); Fairmont Empress (Victoria); Fairmont The Queen Elizabeth (Montreal)

Esse três hotéis da rede Fairmont reforça a intima ligação da Família Real Britânica e a rede de hotel Fairmont. Além dos hotéis citados a lista aumenta com a presença dos hotéis Fairmont Banff Springs, Fairmont Chateau Lake Louise, hotéis que receberam os pais da rainha Elizabeth II (Rei George VI e a Rainha mãe) no anos 30 e recebeu a titular do trono inglês em 2005.

Se você quer se hospedar no mesmo hotel que a Rainha Elizabeth II se hospedou, no Canadá, é fácil, a escolha é a rede hoteleira Fairmont.

Waldorf Astoria Park Avenue (Nova York, EUA)

A cidade que não para, capital do mundo, diversas opções de hospedagem de luxo nos melhores endereços da cidade. O escolhido pela Rainha Elizabeth II foi o icônico Waldorf Astoria Park Avenue.

Hoje o hotel está fechado para restauração e reforma e deve voltar a abrir as portas em breve.

The Phoenicia Malta (Valletta, Malta)

O primeiro hotel de luxo construído na pequena ilha no meio do mediterrâneo, o Phoenicia recebeu a Rainha Elizabeth quando a mesma era princesa, em 1949.

Passou por reforma em 2017 a abriu as portas ainda mais luxuoso e preparado para receber hóspedes de grande porte.

Hotel Raffles (Singapura)

A Rainha Elizabeth II e seu marido, Príncipe Philip se hospedaram em 2006 e parece ter caído no gosto da Família Real Britânica, pois foi no Raffles que o príncipe William e a duquesa Kate se hospedaram em 2012.

O hotel secular é um marco na rica ilha asiática, são 115 suítes de altíssimo padrão, cercadas por arquitetura colonial e jardins exuberantes, complementados com experiências gastronômicas excepcionais. Bem localizado, é possível fazer os melhores passeios a pé.

Gostaram?? Deixe nos comentários sua opinião sobre o post, vamos adorar saber!!
E não esqueça de “amar” o post ?
P.s.: As fotos foram retiradas da internet!




Hotéis de cinema

Olááá, viajantes!!!

Escolher cenário de um filme não é tarefa fácil, as vezes recorrer ao famoso “fundo verde“ para criar vários efeitos e cenários é a melhor opção.

Tem diretores que preferem ir a rua e fazer de cenário os cartões postais das cidades, praças, parques, café, restaurantes, feiras e hotéis. As cenas ficam mais reais e próximas do público.

Vamos apresentar alguns do muitos hotéis que foram set de gravação de famosos longas metragens. Por incrível que pareça, se hospedar em um hotel que foi palco de um filme está no imaginário de muitas pessoas, e muitas vezes, a escolha pelo hotel que apareceu em determinado filme é decisiva para o viajante.

Beverly Wilshire Hotel – Beverly Hills/EUA (Uma linda mulher)

Clássicos dos anos 90, o filme “Uma linda mulher“ foi estrelado pelo super casal de atores, Richard Gere e Julia Roberts. O hotel Beverly Wilshire Hotel pertence a luxuosa rede de hotéis Four Seasons, construído nos anos 20, na cidade de Beverly Hills, na Califórnia, possui uma linda e imponente arquitetura. Apenas o lobby e área externa do hotel serviram como cenário, as cenas do quarto foram gravadas em estúdio, o que não diminuiu em nada a vontade de viajantes se hospedarem no hotel, mesmo com uma diária “salgada“ (U$650), a procura aumentou consideravelmente após o lançamento do filme.

Villa F e Hotel Danielli – Veneza/Itália (O Turista)

Estrelado por Johnny Deep e Angelina Jolie, o filme apresenta lindas cenas em Paris (França) e Veneza (Itália), e é na cidade italiana que os hotéis são utilizados para as gravações do filme, neste caso o Hotel Danielli da grife A Luxury Collection Hotel teve seu pátio inferior utilizado, enquanto as dependências do “Vila F” foi escolhida para a cena do tiroteio, apartamento de Alexander Pearce (Johnny Deep) e sua localização privilegiada com a Piazza de San Marco ao fundo ajudou a fotografia do filme. Os dois hotéis são de alto luxo, com diárias acima de U$1.000 na categoria mais simples e apresentam conforto máximo aos seus hóspedes.

Lanesborough Hotel, Londres/Inglaterra (De Olhos bem fechados)

O filme que foi um marco na vida do então casal, Tom Cruise e Nicole Kidman, foi gravado na principal suíte do cinco estrelas Lanesborough Hotel. Durante as gravações, em 1999 a suíte Royal recebeu a mesa de sinuca, usada no filme, e outra suíte foi palco para as cenas mais quentes entre os astros de Hollywood.

Inaugurado em 1828, o hotel é super bem localizado, na Hyde Park, com traços arquitetônicos da época mantém todo requinte e sofisticação que um hotel cinco estrelas precisa para receber grandes atores. Um dos grandes diferencias do hotel são os quartos amplos e claros. O custo da diária é salgada (R$3.000,00) mas é certeza de tratamento VIP.

Dolder Grand, Zurique/Suíça (Os Homens que não Amavam as Mulheres)

Para o remake da grande produção sueca, baseada na trilogia do filme “Milennium“, foi usada a suíte Masini do mega luxuoso e sofisticado The Dolder Grand, na linda Zurique/Suíça. O filme de suspense que conta com Daniel Craig no elenco, apresenta todas as disposições da citada suíte, são dois quartos com janela do teto ao chão, banheiros com mármore verde escuro, hidromassagem, saunas e outras amenidades de lazer.

O Dolder Grand está um pouco afastado do centro de Zurique para proporcionar aos hóspedes tranquilidade e contato com a natureza local. O hotel dispõe de um Spa de mais de 4.000 metros quadrados e restaurantes da alta gastronomia, o Saltz (com 14 pontos no Gault Milau) e o The Restaurant (duas estrelas Michelin e 18 pontos no Gault Milau).

Grand Plaza, Roma/Itália (John Wick)

Grand Plaza Hotel, um hotel cinco estrelas e com excelentes referências. A localização é a melhor, na Via Del Corso, no coração de Roma, a poucos passos dos melhores pontos turísticos e da Via Condoti, a rua das grifes!!

Antes de sediar o elegante hotel, o prédio era conhecido como Palazzo Lozzano, em 1834 o palácio se uniu a prédio pré-existentes, gerando o layout atual, tudo responsabilidade de Antônio Sarti. Anos seguintes ocorreram outras mudanças, deixando o prédio conservado e confortável.

Além do filme estrelado por Keanu Reeves em 2014, o hotel recebeu grandes atores para outras produções, são algum dos filmes: The Man from U.N.C.L.E (2015), Doze Homens e outro segredo (2004), Quero fica com Polly (2004), Gangues de Nova York (2002), O Inocente (1961).

E ah, as Sisters se hospedaram nesse hotel em 2015!! 😉

Adlon Kempinski, Berlim/Alemanha (Desconhecido)

O Adlon Kempinski, hotel lendário e dos mais bem localizados em Berlim, na porta do Portão de Brandemburgo. Recebe com frequência celebridades de todos os segmentos e magnatas que visitam a linda Berlim e desembolsam, no mínimo R$1.300,00 por noite. O custo é visto em todo o tratamento que hóspede recebe ao chegar e sair do hotel. Cômodos extremamente limpos e confortáveis.

Para o filme “Desconhecido“, com o Liam Neeson liderando o grande elenco, o luxuoso hotel da rede Kempinski cedeu imagens e áreas para a gravação, por sinal, o filme “explode“ parte do prédio com arquitetura neoclássico.

La Mamounia, Marraquexe/Marrocos (Sex And The City 2)

O filme de 2010 se passa na cidade de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), no entanto, como a cidade não permite gravações de filmes por lá, as cenas externas foram alteradas para a cidade de Marraquexe, no Marrocos.

O hotel escolhido para ser o oásis das 04 (quatro) amigas foi o glamoroso e exótico La Mamounia. Todas as áreas do hotel foram muito bem aproveitadas, tanto os 08 hectares de parque, como a piscina, Spa, os quatro refinados restaurantes, e até mesmo os 03 (três) riads (pequenos palácios no estilo marroquino). Para ter a mesma experiência é preciso desembolsar mais de R$1.000,00 para a categoria mais “simples“ de hospedagem.

Ravla Khempur, Udaipur/Índia (O Exótico Hotel Marigold)

O nome do filme é “O Exótico Hotel Marigold”, mas é o verdadeiro nome do hotel é “Ravla Khempur”, pano de fundo para a trama estrelada pela atriz Judi Dench em 2011. Localizado em uma região tranquila do vilarejo do Khempur, a proposta do filme era mostrar um hotel pacato e em más condições.

A realidade é outra, mesmo sendo um hotel 02 (duas) estrelas, o hotel é um antigo palácio (do século XVII) de um chefe tribal, da vila Khempur, no melhor estilo “Hotel Equestre“, com a decoração das 10 (dez) suítes bem no estilo equestre. Os cavalos Marwari, o famoso cavalo que dança podem ser avistados no haras do hotel. Outro hotel que aparece no filme é o Jagat Niwas Palace Hotel, com vista para o Lago Pichola. Diária começa em R$369,00.

Taj Lake Palace Udaipur, Udaipur/Índia (007 Contra Octopussy)

A linda Índia merece mais um hotel nessa lista, a maioria dos hotéis de luxo desse país encantador foi palácio em tempos idos. A rede de hotel Taj Palace administra a maioria desses hotéis-palácio, mantendo as tradições, arquitetura e toda a beleza do lugar, fazendo com que os hóspedes se sintam verdadeiros marajás quando estiverem hospedados em um dos hotéis espalhados no país.

Um desses hotéis-palácios é o Taj Lake Palace Udaipur, na cidade de Udaipur, que foi cenário para o filme do maior agente secreto de todos, o 007, no filme “007 Contra Octopussy” em 1983. Mesmo sendo um filme “antigo” as belezas do hotel continuam a mesma, os terraços usados no filme continuam no mesmo lugar com a agradável vista ao lago Pichola, por sinal, o hotel ocupa toda a ilha no lago Pichola. Construído em 1743, abriga 05 (cinco) categorias de acomodações, que variam entre R$535 a R$23,4mil.

Park Hyatt, Tóquio/Japão (Encontros e Desencontros)

Filme de Sofia Copola e estrelado por Bill Murray e Scarlett Johanson teve um do hotéis mais caros de Tóquio como base para as gravações do filme de 2003, o cinco estrelas Park Hyatt.

Park Hyatt conta com 03 (três) torres, está na zona central de Shinjuku. As acomodações são luxuosos e bem tecnológicas, assim como as demais áreas do hotel. O bar do hotel foi cenário recorrente no filme, além de agradar por permitir uma vista ímpar para Tóquio, os hóspedes e turistas vão para tirar fotos onde a dupla de atores contracenava. A diária começa na casa de R$1.000,00!!!

Bellagio Hotel e Casino – Las Vegas/EUA (Onze Homens e Um Segredo)

Las Vegas pode ser considerado a melhor cidade para locações, muita luz, alegria, agitação e pontos excêntricos, prato cheio para diretores de cinema. O hotel mais famosos da cidade não poderia ficar de fora, o cinco estrelas Bellagio Hotel & Cassino e suas encantadoras fontes de água foram o palco para as cenas do remake de “Onze homens e um segredo“ em 2001. Dany Ocean, interpretado por George Clooney tem, apenas, o intuito de roubar o hotel. As cenas foram gravadas no primeiro andar do Bellagio e as fontes tem atenção especial, aparecendo em várias cenas do filme. A diária do hotel começa na casa dos U$300. E ah, Julia Roberts também atua nesse filme.

Caesars Palace – Las Vegas/EUA (Se Beber Não Case)

Outro grande filme igualmente filmado em Las Vegas, foi a comédia “Se Beber Não Case“, alguém lembra da pergunta do personagem Alan Garner (interpretado pelo ator Zach Galifianakis) “César morou mesmo aqui?“ ao fazerem o check-in hotel “Caesars Palace“?? O quarto onde os personagem ficam hospedados não foram gravadas no hotel (foram inspiradas na Suíte Forum Tower Emperors), no entanto a excêntrica decoração inspirada no Império Romano como o lobby, piscina, elevadores, pista de dança e o casino que aparecem no filme são das dependências do hotel. A diária em quarto simples está na casa dos U$124.

Planet Hollywood Hotel and Casino (Jogo de amor em Las Vegas)

A comédia romântica de 2008, estrelada por Cameron Dias e Ashton Kutcher teve o famoso Planet Hollywood Hotel & Casino como cenário. Localizada ao lado da Torre Eiffel da cidade, na famosa Strip (a avenida 24 horas agitada e cheia de cassinos) o Planet Hollywood é um hotel temático, como o próprio nome sugere, os 2.600 aposentos são decorados com motivos de filmes. Além de ótimas instalações, o hotel Planet Hollywood possui o restaurante BurGR, do ilustre chef Gordon Ramsay. As diárias começam na casa dos R$200,00 dependendo da época do ano.

Treasure Island – TI Hotel & Casino (Miss Simpatia 2: Armada e Poderosa)

O sucesso do filme “Miss Simpatia” estrelado por Sandra Bullock, teve sua sequencia gravado no hotel Treasure Island – TI Hotel & Casino. Quem se hospeda no Treasure Island tem a certeza que está cercado de uma rica variedade de restaurantes, bares, Spas e uma linda piscina. A cereja do bolo do hotel é a Marvel’s Avengers S.T.A.T.I.O.N. onde é possível imergir no mundo Marvel, em especial no universo dos Vingadores, tudo de forma lúdica e educacional. Adiaria do hotel, começa em R$237,00.

Aria Resort & Casino (Última viagem a Vegas)

Com um elenco de peso e ganhadores do cobiçado Oscar, o filme “Última viagem a Vegas” narra a história de quatro velhos amigos Billy (Michael Douglas), Paddy (Robert De Niro), Archie (Morgan Freeman) e Sam (Kevin Kline) em uma noite de despedida de solteiro na cidade da diversão. O hotel escolhido para comemorar a vitória da personagem de Morgan Freeman no jogo de cartas “21“ é a bela cobertura do Hotel Aria Resort & Casino e, segundo o concierge do hotel no filme é: “vila na cobertura e uma das melhores suítes de Las Vegas”.

O Aria é considerado um dos melhores hotéis de Las Vegas por oferecer muita exclusividade, requinte e luxo para os hospedes e visitantes na melhor área da cidade, a Las Vegas Boulevard South (Strip). O Spa merece destaque por apresentar mais de 60 salas de tratamentos, massagens e outros procedimento estéticos de qualidade. Para aproveitar esses serviços e muito mais é preciso desembolsar mais R$500,00 a diária.

 

O que acharam? Deixem comentários!!
Não esqueçam de “amar” o post!
P.s.: Algumas fotos foram retiradas da internet!! ?




Grand Plaza Hotel

Oiii, gente!!!

Em uma das nossas viagens a Roma, ficamos hospedadas no Grand Plaza Hotel, um hotel cinco estrelas e com excelentes referências. A localização é a melhor, na Via Del Corso, no coração de Roma, a poucos passos dos melhores pontos turísticos e da Via Condoti, a rua das grifes!!

Antes de sediar o elegante hotel, o prédio era conhecido como Palazzo Lozzano, em 1834 o palácio se uniu a prédio pré-existentes, gerando o layout atual, tudo responsabilidade de Antônio Sarti. Anos seguintes ocorreram outras mudanças, deixando o prédio conservado e confortável.

Agora vamos falar sobre o hotel em si, construído em 1860. A entrada é discreta, oposto do que se encontra ao cruzar a porta giratória, decoração opulenta (obra de Mongiardino), com muita madeira, granito, pintura no teto no melhor estilo Luís XV, a escada de granito é finalizada com um leão esculpido, marca do hotel.

Como todo e bom hotel cinco estrelas que se preze, os serviços apresentados são de qualidade, atendendo com exatidão seus hóspedes. O Concierge impecável e superatencioso, serviço de transfer mediante solicitação, jornais, check-out tardio disponível (solicitar com antecedência), baby sitter, kit acessível para recém-nascido e bebes, serviço de e-mail e fax (e aluguel de aparelhos eletrônicos), tradutores e interpretes conseguível, casa de câmbio, estacionamento, aluguel de carros, visitas guiadas, e o melhor, aceitam seu pequeno animal de estimação que é recebido com o kit “Plaza DogSet”.

Dentro do Grand Plaza Hotel usufruímos de 09 salas de reunião, 02 terraços panorâmicos, 02 restaurantes (com menu especial para crianças), 02 bares, Spa Plaza e a cereja do bolo, a tradicional loja de alta-costura Sorelle Fontana.

Vamos a área gastronômica do hotel, o delicioso café da manhã é servido no estilo buffet americano no Salão Mascagni, o restaurante Sorelle Fontana apresenta um cardápio a la carte, para almoço e jantar, com os melhores sabores do mediterrâneo e italiano. O Terraço Lemon (no quinto andar) é o local ideal para apreciar uma refeição leve com vista para cúpulas de igrejas e a verde Vila Borghese. Enquanto o Salão Mascagni oferece o café da manhã, o Bar Mascagni oferece bons drinks para iniciar ou terminar a noite ao som de um bom piano. O Lobby Bar é descontraído na medida que ainda mantém as tradições europeias, própria para um chá da tarde ou degustar as bebidas locais.

Os quartos se dividem nas seguintes categorias: Standard Room, Quarto Clássico, Quarto Superior, Quarto Superior com Vista, Quarto Deluxe, Quarto Deluxe com Terraço, Apartamento Familiar e 02 Quartos Superiores Interligados.

As suítes se classificam em: Suíte Júnior, Suíte Júnior com Vista, Suíte Júnior com Terraço, Loft com Terraço, Suíte Executiva, Suíte Presidencial Maestro Pietro Mascagni, Suíte Presidencial Cúpula de São Pedro, Suíte Familiar com Vista, Suíte Familiar com Terraço, Maxi Family Suíte e Cupola Di San Carlo Al Corso Suíte.

Todos os cômodos têm o charme da época de sua construção, aliado ao conforto dos dias de hoje, dignos de hotéis cinco estrelas.

O hotel também é palco para gravações de filmes, caso do The Man from U.N.C.L.E (2015), John Wick (2014), Doze Homens e outro segredo (2004), Quero fica com Polly (2004), Gangues de Nova York (2002), O Inocente (1961) e outros.

É ou não é uma ótima opção para ficar na adorada Roma? Deixe nos comentários, vamos adorar saber!!
E não se esqueça de “amar” o post!! 
P.s.: As fotos foram retiradas da internet!